» Home
» Busca (notícias)
25/05/2018 - Maritime Knowledge | 24/05/18

Bridge Procedures: O que fazer em caso de falha do sistema ECDIS

Tradução Livre

É um fato que o ECDIS está se tornando necessário e que mais navios estão confiando totalmente nele, levantando preocupações sobre as ações do Oficial de Quarto no Passadiço no caso de uma falha no sistema ECDIS. O tipo e o número de falhas variam de uma única falha de unidade, que pode exigir a reinicialização do sistema, até uma dupla falha no ECDIS primário e secundário. O equipamento pode falhar durante a viagem da embarcação em mar aberto e também enquanto a embarcação estiver navegando em canais estreitos sob praticagem.

O número de falhas do ECDIS tem aumentado com o uso de unidades USB e cabos conectados ao sistema. Três falhas em 2010 foram causadas por vírus em drives usando USB, resultando em disfunções do sistema, como mensagens de erro e falsos alarmes e velocidade muito lenta. Em 2016, um marinheiro conectou seu telefone celular ao ECDIS para carregá-lo e, quando o telefone começou a se atualizar, apagou toda a apresentação gráfica.

Ações a serem tomadas em caso de falha de ECDIS:

• No caso de falha de uma única unidade, use o segundo sistema, informe o Comandante e o Encarregado da Navegação e inicie a correção de falhas;

• No caso de uma falha de energia com ambos os sistemas revertendo para a alimentação da Uninterruptible Power Supply (UPS), considere o desligamento controlado de um sistema e informe ao Comandante e ao Encarregado da Navegação;


• Em tempo hábil para coincidir com a expiração do UPS no primeiro sistema, reinicie o segundo;

• Na restauração após uma falha de energia ou desligamento descontrolado do sistema, confirme se há fontes de alimentação para cada sistema;


• Os cartões de verificação do ECDIS devem ser verificados para garantir que as configurações do cone antiencalhe, profundidade de segurança, contorno de segurança, vetor de velocidade, unidades, prioridades da carta e carregamento automático da carta estejam corretos;


• Verifique se as fontes das estações Primária e Secundária estão selecionadas e se estão funcionando corretamente;


• Confirme se a fonte que indica a direção está selecionada e está funcionando corretamente;


• Confirme se a Radar Image Overlay
(RIO) está funcionando corretamente;


• Verificar a posição atual da embarcação;


• Verifique se a configuração da embarcação está correta e se o navio está alinhado à direção da embarcação;


• Realizar autoteste de alarme.



 



Copyright © Syndarma, 2010.

 

Rua Visconde de Inhaúma, 134 - Grupo 1005 • Centro - Rio de Janeiro - RJ • Brasil - CEP: 20091-901 • Tel: (21) 3232.5600 • Fax: (21) 3232.5619 • e-mail: syndarma@syndarma.org.br

Produzido por Themaz Comunicação.