» Home
» Busca (notícias)
30/04/2013 - Argumento

Navio Log-In Tucunaré foi lançado ao mar nesta quinta-feira, dia 25

Com investimento de cerca de R$170 milhões, Log-In Tucunaré é o segundo graneleiro de uma encomenda de sete navios ao EISA. Embarcação atenderá ao contrato de 25 anos com a Alunorte, realizando viagens entre portos no Pará

A Log-In Logística Intermodal lançou ao mar nesta quinta-feira, dia 25 de abril, o Log-In Tucunaré, no Estaleiro Ilha S.A (EISA), na Ilha do Governador (RJ). Este é o quarto navio, sendo o segundo graneleiro, de uma encomenda de sete embarcações que a Log-In tem com o EISA. O investimento total da Log-In em construção naval no Brasil é superior a R$ 1 bilhão.

“A Log-In é uma empresa de DNA brasileiro e tem orgulho de contribuir com o desenvolvimento do país, investindo expressivamente no crescimento da cabotagem no Brasil. Somos uma companhia cuja missão é desenvolver e implementar soluções logísticas intermodais, contribuindo para uma matriz de transporte eficiente e sustentável. E essa missão ganha mais um pilar de sustentação hoje com o lançamento do Log-In Tucunaré”, disse o presidente da Log-In, Vital Jorge Lopes, no discurso de lançamento ao mar do Log-In Tucunaré.

Pelo segundo ano consecutivo, um navio da Log-In é escolhido pela Royal Institution of Naval Architects (RINA) como um dos melhores projetos navais do mundo na pesquisa Significant Ships of 2012. Desta vez o projeto premiado foi dos navios Log-In Tambaqui e Log-In Tucunaré, ambos graneleiros. O primeiro foi o porta-contêiner Log-In Jacarandá. “Este reconhecimento internacional enche de orgulho as equipes da Log-In e do EISA, que trabalham juntas desde a construção do primeiro navio, iniciada em 2007. Essa parceria mantém o entusiasmo e a dedicação de quem constrói um navio pela primeira vez, mas com o profissionalismo e a competência de quem traz anos de experiência em sua bagagem”, complementou o presidente da Log-In.

Atendendo a uma tradição da indústria naval, a Log-In escolheu como madrinha do Log-In Tucunaré a sra. Fernanda Gonçalves de Carvalho, esposa do presidente do Fundo da Marinha Mercante (FMM), Gustavo Lobo. Em seu discurso, Fernanda citou o poeta Carlos Drummond de Andrade: “O mundo é grande e cabe nesta janela sobre o mar".

O Log-In Tucunaré foi construído para atender ao contrato de 25 anos com a Alunorte, realizando viagens consecutivas entre os Portos de Trombetas e de Vila do Conde, ambos no estado do Pará. A operação movimentará 150 milhões de toneladas de minério de bauxita a granel no período.

Para a construção do graneleiro foram utilizados cerca de 13 mil toneladas de chapas de aço. O navio tem capacidade individual de 80.100 TPB (Toneladas de Porte Bruto) e transporta cerca de 75 mil toneladas de bauxita por viagem. Suas medidas são 245m de comprimento e 40m de largura, com calado de 11,58 m.

O projeto do navio levou em conta a natureza da carga a ser transportada e a região onde irá atuar. Sua hidrodinâmica foi projetada para que tenha uma melhor navegabilidade, deslocando baixo volume de água, a fim de não prejudicar a população ribeirinha, que sofre com a erosão das suas margens agravada pela navegação fluvial. “São navios modernos, mais eficientes e que emitem muito menos CO2 no meio ambiente”, completou Vital Lopes em seu discurso desta quinta-feira, dia 25, no Eisa.

Em janeiro de 2010, a Log-In iniciou a operação para a Alunorte com navios afretados. Uma das embarcações foi substituída em fevereiro deste ano, quando entrou em operação o graneleiro Log-In Tambaqui. A outra substituição está prevista para o início de 2014, quando o Log-In Tucunaré começará a operar.

Todas as embarcações encomendadas pela Log-In ao Eisa estão incluídas no PAC – Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal. O investimento total é superior a R$ 1 bilhão, utilizando recursos do FMM – Fundo da Marinha Mercante ¬ – por meio de repasse do BNDES. Até 2014, a Log-In ainda receberá três novos porta-contêineres. O projeto com a Alunorte faz parte da estratégia da Log-In em desenvolver soluções especializadas para logística de cargas na cabotagem brasileira, mediante contratos de longo prazo.

Navio escola
O Log-In Tucunaré foi adaptado para funcionar como sala de aula. O programa Navio Escola é uma iniciativa da Log-In para contribuir com a formação e capacitação da marinha mercante brasileira. “O Log-In Tucunaré, assim como o Log-In Tambaqui, terá camarotes extras com o objetivo de receber estudantes e auxiliar em sua formação como marítimo. Consideremos de fundamental importância para a profissionalização desses jovens a possibilidade de conhecer uma operação na prática”, afirma Vital Jorge Lopes.

- Log-In Tucunaré:
 
•    R$170 milhões – investimento estimado
•    75 mil toneladas – volume de carga transportada em cada viagem
•    9 dias - ciclo estimado para cada viagem
•    80,1 mil toneladas – porte bruto da embarcação
•    245 metros – comprimento total do navio
•    40 metros – largura total do navio
•    25 anos – prazo do contrato com a Alunorte (início jan/2010)

Sobre a Log-In
A Log-In Logística Intermodal possui atuação focada na criação de soluções logísticas integradas para movimentação de cargas na cabotagem e no Mercosul, por meio marítimo, complementado por ponta rodoviária para serviços porta-a-porta, bem como pela movimentação portuária e armazenagem de carga através de terminais marítimos e intermodais terrestres.





 



Copyright © Syndarma, 2010.

 

Rua Visconde de Inhaúma, 134 - Grupo 1005 • Centro - Rio de Janeiro - RJ • Brasil - CEP: 20091-901 • Tel: (21) 3232.5600 • Fax: (21) 3232.5619 • e-mail: syndarma@syndarma.org.br

Produzido por Themaz Comunicação.